São Paulo X Miami – conheça as diferenças dos imóveis compactos das cidades

Compartilhe:

Dinheiro rende mais na Flórida e comprar ou alugar na região pode ser muito vantajoso

 

As grandes cidades brasileiras contam com uma infinidade de ofertas de apartamentos do tipo sala + quarto, estúdios, home boutiquese escritórios de tamanhos variados, de 18 a 65 m². Na cidade de São Paulo, por exemplo, esses apartamentos pequenos, dos supercompactos aos de pouco mais de 50 m², podem ser encontrados por valores a partir de R$ 193 mil.

 

Há ofertas de 44mpor cerca de R$ 270 mil – apartamento de 1 quarto com salão de festas, fitness, piscina, bicicletárioperto da estação de metrô Vila Mariana.

 

No outro extremo de preço, uma quitinete de 35m2 localizada na Avenida Brigadeiro Faria Lima, uma das mais sofisticadas da cidade, pode ultrapassar a marca de 1 milhão de reais. Para compensar os pequenos tamanhos, é comum os imóveis oferecerem aos moradores diferentes atrativos, como boulevard de arte, praça com playground, espaço gourmet, cinemas, entre outras opções de serviços e entretenimento, que atendem a coletividade.

 

Com os preços ainda muito altos por aqui, muitos brasileiros têm guardado esse dinheiro para investir em um imóvel no exterior ― mesmo com a recente onda de elevação do dólar em um período típico de instabilidade devido a mudanças na política e na economia. Nos Estados Unidos, conseguem mais pelo mesmo valor. 

Enquanto isso, em Miami é possível encontrar apartamentos com tamanhos parecidos por preços menores, com vista para o mar, perto de centros comerciais e muitas vantagens. A Elite International Realty, consultoria especializada em venda de imóveis para brasileiros, oferece apartamento de 40m2, localizado no bairro de Brickell, o coração financeiro da cidade, no valor de U$ 215.000, o equivalente hoje a R$ R$ 559 mil (considerando o dólar a R$ 2,60). Há, inclusive, imóveis de 45m2, localizados em um edifício de alto padrão, com design assinado por Philippe Starck, o público tem a oportunidade de desfrutar de nightclubs, restaurantes, spas, café e área para prática de esportes.


Os supercompactos apresentam benefícios que levam os brasileiros a pensar na migração para os States, pelo menor custo de vida. Esse tipo de empreendimento já faz parte da carta das imobiliárias nas terras americanas há algum tempo e com valores atraentes.

 

Segundo Léo Ickowicz, dono da imobiliária Elite International Realty, “normalmente estes apartamentos estão dentro de um edifício com imóveis de diferentes tamanhos, incluindo dois e três quartos, e as áreas de lazer são excelentes, pois contam com uma estrutura de alto padrão e serviços de manobristas, concierge, piscinas, sala de ginástica, SPA, entre outros”.

Segundo ele, existe uma boa demanda de aluguel para imóveis studio, principalmente por estudantes e executivos desacompanhados, que vêm (vão) à Miami temporariamente e com prazo pré-determinado de estadia. Por conta disto, este tipo de imóvel é bastante procurado por investidores buscando renda e, se menor é melhor, por hora essa máxima está conquistando o coração e o bolso dos investidores.

Jornal Folha Condomínios
Author: Jornal Folha Condomínios

Jornal Folha Condomínios - Um jornal focado nos condôminos e profissionais que atuam em condomínios.


Compartilhe:

Jornal Folha Condomínios

Jornal Folha Condomínios - Um jornal focado nos condôminos e profissionais que atuam em condomínios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *