Bom senso é a chave para convivência com crianças em condomínios

Infância é época de brincadeira e em condomínios a convivência com crianças é inevitável. Para que essa convivência seja harmoniosa, é necessário que algumas regras sejam pré-estabelecidas e que na sua concepção haja muito bom senso e responsabilidade, sem esquecer a obrigatoriedade de divulgação das mesmas.

É comum que ocorram reclamações quanto ao barulho causado pelas crianças, aglomeração nas áreas comuns dos prédios e até depredação de patrimônio, como paredes e chão rabiscados. Para evitar esses tipos de transtornos é importante que pais e responsáveis sempre verifiquem o regulamento interno do condomínio.

– Essas regras podem variar de condomínio para condomínio, mas são estabelecidas e possivelmente revisadas através de assembleias gerais e é importante que todos tenham conhecimento do seu conteúdo. Elas também podem definir advertências, notificações e até multas para os condôminos que as desrespeitarem. Mas o diálogo e o bom senso devem ser sempre a primeira opção – disse Geraldo Victor, gerente geral de gestão condominial da  APSA, líder nacional no mercado de administração de condomínios.

As regras podem definir horários e locais onde as crianças possam brincar sem que atrapalhem outros condôminos e funcionários do edifício. A orientação dos pais e responsáveis também é importante para evitar possíveis transtornos, já que os menos respondem pelas atitudes dos filhos.

Equipar áreas de lazer e playgrounds com brinquedos pode ajudar a manter as crianças num único espaço, sendo também mais fácil controlar o horário em que podem utilizá-los. Caso o condomínio não possua esse tipo de área mas tenha um salão de festas, uma alternativa é liberar o espaço para ser utilizado pelas crianças quando não estiver reservado por outro condômino.

Como em todos os lugares, as regras de convivência devem ter o “respeito” como principal valor e estabelecidas em conjunto. Usar o bom senso é uma bela alternativa  para lidar com as questões que surgirão na administração do relacionamento entre pessoas. Assim, as crianças podem aproveitar a sua infância e aprender sobre a convivência em sociedade.

Apsa Administradora de Condomínios

Deixe um Comentário